Seguidores

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

A propósito de livros!



"Dizes tu que os livros te não consolam!? Que te irritam!? Que blasfémia, minha Júlia! Pois há lá melhores amigos!? Os livros, mas livros destes em que a alma dos bons anda sangrando por todas as suas páginas; livros
 que eu beijo de joelhos, como se enternecidamente beijasse as mãos benditas dos que os escreveram! Lê os versos de António Nobre, o meu santo poeta da Saudade. Lê o «Fel» de José Douro, o malogrado poeta esquecido e desprezado. Lê «Doida de Amor» de Antero de Figueiredo, e depois diz-me se eles te irritam!..."

(Florbela Espanca)

Bom fim de semana.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Desejo.


Há dentro de mim um desejo
que queima as minhas entranhas
o aninhar-me no teu corpo
amar-te até sentir a dor
do teu amor em lágrimas...

Porque o meu desejo é
fogo que me faz arder
me enche de luz
o mesmo que me ilumina
me inflama de tanto te querer...

Tu, imagem dos meus desejos
enlouquecidos pelos teus cheiros de fêmea
desejos de sorver a tua carne
em grandes beijos
fundir-me em ti minha alma gémea...

domingo, 25 de novembro de 2012

domingo, 18 de novembro de 2012

Amo os teus olhos...

Na fonte dos teus olhos
vivem os meus
brilhantes
que olham
para o Céu...

Poderia com os meus olhos
escrever a palavra amar
na fonte dos teus olhos
amor profundo
olhando os teus
espelhos do mundo...

Para onde for
levarei a fonte do teu olhar
para que se fundam nos meus
no meu chorar...

sábado, 17 de novembro de 2012

Luz...


Tu és
meu farol
minha fonte de luz
Sol...

meu mar
e lua
poética mansidão da madrugada
sonhos
inquietação da alma
flor perfumada...

água
e mágoa
brilho do meu farol
lágrima que se esvai
meu pôr do Sol...

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Desculpas...

O amor ou não desculpa nada,
ou desculpa tudo!
(Balzac)

Bom fim de semana.

sábado, 3 de novembro de 2012

Silêncio

"O silêncio só é silêncio, quando não conseguimos escutar com o coração."

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Pecar!

"Toda a mulher merece viver uma grande paixão,
sentir um toque de ternura,
Nem que para isso...
tenha de pecar."